A praia de São Miguel do Gostoso já pertenceu ao município de Touros. Em 1994, a então vila de pescadores foi emancipada e se tornou município, que hoje tem cerca de 10 mil habitantes.

São Miguel do Gostoso é tranqüila e atrai muitos turistas que procuram sossego, além dos praticantes de kitesurf e windsurf que vêm em busca dos ventos que sopram constantemente na região, também conhecida por "Esquina do Continente". 
Os cerca de 30 km de litoral de São Miguel do Gostoso têm várias praias que recebem os nomes Ponta do Santo Cristo, Cardeiro, Xepa, Maceió, Tourinhos, Morro dos Martins e Morro dos Paulos.

O nome São Miguel do Gostoso contam os moradores mais antigos dessa praia que surgiu da junção de dois fatos:
Um morador chamado Miguel Felix fez uma promessa a São Miguel Arcanjo para alcançar uma graça, que consistia em construir uma capela com o nome do santo. E assim construiu a capela nos idos de 1890.

Um outro morador da vila tinha o hábito de dar risadas “gostosas” e naquela época passavam os mascates vendendo seus produtos de porta em porta. Daí, as pessoas perguntavam ao vendedor: “vai por onde?”.

A resposta do mascate era: “vou por São Miguel de seu gostoso”.
E assim surgiu o nome São Miguel do Gostoso.
O santo padroeiro do município é São Miguel de Arcanjo, cuja festa acontece no dia 27 de setembro.